terça-feira, 12 de abril de 2011

Presidente da Petrobras reafirma possibilidade de aumento na gasolina

O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, não descartou um aumento no preço da gasolina caso o preço do petróleo se mantenha alto. Ele acompanha a presidente Dilma Rousseff em visita à China.
"Se ele ficar nesse nível que ele está hoje, estável nesse nível, você vai ter que alterar porque nós estávamos trabalhando com US$ 65, US$ 85 dólares [por barril]", disse.
Na segunda (11), o contrato para entrega em maio do barril em Nova York caiu US$ 2,87, para US$ 109,92. Em Londres, o Brent para maio fechou em US$ 123,98.
No último dia 6, o presidente da Petrobras afirmou que há a possibilidade de aumento. No mesmo dia, no entanto, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, negou que a gasolina vá subir.
O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, já afirmou que o governo, controlador da Petrobras, resistirá ao aumento até quando for suportável.

Nenhum comentário: